WordPress 2.3 – pt_PT

Novembro 1, 2007

À semelhança da versão 2.2.2, a equipa WordPress-PT lançou hoje a tradução para o WordPress 2.3

Acaba de ser lançado o WordPress 2.3 em Português de Portugal (pt_PT), passado pouco mais de um mês do lançamento da versão original.

Antes de actualizarem o vosso blogue para esta nova versão devem verificar se o vosso tema e extensões são compatíveis. Aqui ficam as tabelas de compatibilidade de temas e de extensões. Existe ainda uma extensão chamada WordPress Upgrade Preflight Check que verifica todo o sistema e indica possíveis incompatibilidades decorrentes da actualização.

[…] Ver post completo

Foi também incluído no pacote o tema Baunilha, criado pelo José Fontainhas para o blog do equipa WordPress-PT. O pacote pode ser encontrado na área de downloads do WordPress-PT.

A equipa do WordPress-PT agradece o vosso apoio.

Gore, Nobel da Paz

Outubro 14, 2007

Todos conhecem o trabalho de Al Gore. Aquele que foi o “próximo presidente dos Estados Unidos”, como inicia cada conferência que dá. Para os que ainda não descortinaram o porquê desta apresentação é simplesmente por ter tido a maioria dos votos dos Americanos, mas como o sistema político Americano é um pouco diferente do nosso e depende do número de senadores de cada estado (isto se não estou em erro). Então na Florida houve o episódio que fez George W. Bush ganhar as eleições. Um embaraço político na minha opinião.

Mas isso são águas passadas.

O que interessa é que Al Gore foi galadoardo  esta sexta-feita com o Prémio Nobel da Paz.

Porquê? Bem, quem conhece o trabalho dele sabe perfeitamente. A defesa do clima.

Eu, como muitos, conhecia o trabalho dele. A defesa do ambiente. As coisas que podíamos fazer para reduzir as emissões de CO2. O que se estava a passar com o Mundo actualmente.

Por curiosidade vi ontem o documentário ‘An Inconvenient Truth’. Para os que não sabem é o documentário de Al Gore, que também tem um livro com o mesmo nome, sobre as mudanças climáticas.

No fundo, o que vi já sabia. Actualmente nas escolas este é um dos temas mais debatidos. Mas um documentário é um documentário. Os factos ali estão estampados.

Algumas das coisas que mais me impressionaram foi a comprovação de que não havia nenhuma dúvida entre a comunidade científica sobre o aquecimento global ser provocado por nós. Uns rumores dizem que si. Pelo que vi no documentário, num total de 900 e tal artigos (10% dos artigos científicos escolhidos ao acaso dos últimos 10 anos, ou parecido) são 0 (zero) os artigos que discordam de que o aquecimento global é provocado por nós.

Um outro facto interessante é sobre a indústria automóvel. Os fabricantes falam que se fizerem carros “ambientais” perdem quota de mercado. A verdade é que pelos gráficos mostrados, as companhias que fabricam os carros mais ambientais (como a Toyota e a Honda) têm tido melhores vendas nos últimos anos que as que fabricam carros mais poluídos como a Ford e a General Motors (repararam que são companhias Americanas).

Entre outras curiosidades, ressaltou-me uma que não sabia. Um gráfico que mostra como se todos fizéssemos um pouco os níveis de CO2 emitidos podiam descer abaixo dos níveis de 1970. Mostrava algumas medidas como todas somadas poderiam diminuir bastante as emissões.

Outro dos gráficos interessantes que me despertou a atenção foi a comparação da temperatura actual com as últimas eras glaciares. A temperatura actual do planeta está a cerca do dobro da última era não-glaciar. Sinceramente, aquele foi um dos gráficos mais expressivos.

Concluido, é um documentário que aconselho a ver. Por mais que se julguem informados sobre o assunto, este documentário mostra algumas informações que vos vão fazer olhar com mais atenção para a questão ambiental.

System Empires

Setembro 23, 2007

System Empires Logo

 

Ao primeiro resumo que vos poderia fazer vocês diriam: isso já está muito batido. E no fundo está. A diferença do System Empires para os outros do género é que o System Empires elevou-se do fundo: não demorará a chegar à superfície. O desenvolvimento do jogo já começou à cerca de 1 ano. Desde a 3ª beta até à última, beta pública, a 5ª que participo e as melhorias têm sido muito boas.

No fundo, qual o conceito do jogo?

É dado a cada um de nós, jogadores, uma região na Terra para começar-mos por desenvolver. Como todas as culturas é necessário começar pelo básico: os recursos. Neste jogo temos 5: Metal, Diamante, Hidrgénio, Zion e Nanite. Temos também de nos cuidar com a energia: tal como nas nossas casas não podemos ter o frigorífico a funcionar sem energia. Neste aspecto temos edifícios como os Painéis Solares e a Central Nuclear.

Depois de termos estabelecido a nossa base na Terra, podemos aventurar-nos pelo Sistema Solar. Aqui está uma das partes interessantes do jogo: Marte não é só mais uma bola como a Terra mas com um número diferente de campos. Júpiter não é outra bola. Marte é um planeta mais quente onde prospera melhor certo recurso. Em Júpiter outro recurso prospera melhor. Há mais detalhes a criar aqui um jogo interessante, como os cometas: não tenhamos nós, e os nossos vizinhos, uns certos canhões e lá se vai a região…

A versão final (digo final por uma questão de ser bonito, o jogo ainda está a ser desenvolvido, mas já está muito completo) começou ontem, dia 22 de Setembro. Houve mais de 1000 inscrições até ao momento em que escrevo este post.

Devo destacar ainda o pormenor de ser totalmente desenvolvido por uma equipa de portugueses que não são uma administração como a de outros jogos: estes ouvem os jogadores.

O jogador dDk fez o seguinte vídeo para dar um cheirinho ao jogo: Filme.

Para mais informações devem consultar os seguintes sites:
http://www.sysemp.com
http://forum.sysemp.com
http://wiki.sysemp.com

Bom jogo.

90+45=135

Setembro 18, 2007

135. Cento e trinta e cinco. Duas horas e quinze minutos. 2h e 15min. É essa a duração, este ano, das aulas laboratoriais de Fisica-Química e Biologia/Geologia.

Dá para dar melhor a matéria, dá para fazer os relatórios no fim das aulas…

Mas por favor: não acham que os alunos se cansam de ter 2h e 15minutos de FQ, um intervalo de 20 minutos (passa a correr) e depois outras 2h e 15 de Biologia?

Eu cansei-me, e foi só matéria “ao de leve”

Revista PROGRAMAR – 10ª Edição – Setembro de 2007

Setembro 3, 2007

 

(clica para download)

Nesta Edição:

  • Iniciação ao Assembly x86
  • Grafos
  • Serialização de Objectos em JAVA
  • SmartFox Server
  • Aplicações .NET em Linux com o Mono
  • Preço do Código
  • Segurança
  • IPSec
  • Programação em ambiente gráfico CircularGT (2ª parte)

A décima edição desta revista é mais do que um número redondo a ser festejado, representa um passo em frente na experiência de leitura desta vossa revista. Portanto, nesta edição, para além de conteúdo com a qualidade que vos temos habituado, procedemos também a alterações de estrutura e aparência que decerto irão reparar.

Para além disso, poderão ler e aprender sobre os fundamentos teóricos necessários para a iniciação ao Assembly, como correr as vossas aplicações .NET em GNU/Linux com o Mono, a utilização de Grafos para solucionar problemas complexos de programação, IPSec como protocolo de segurança IP e a Serialização de Objectos em Java, entre muito mais.

Muitas outras páginas têm alterações a nível conteúdo que, em nossa opinião, tornam esta revista mais profissional e apelativa.

Até daqui a dois meses, então.

Site Oficial: www.revista-programar.info

Flash no Opera em Linux

Agosto 25, 2007

Estava eu mais uma vez a navegar e o Iceweasel mais uma vez crashou. Já é habitual. De um computador com 256 Mb de RAM não se pode exigir muito…

Então pensei: porque não usar o Opera?

Ao fim de uns 20 minutos de navegação deparo-me com o meu primeiro problema: o flash.

Corri o instalador, tal como para instalar para o iceweasel, e qual não é o meu espanto quando vejo que simplesmente não se pode pôr a directoria.

Ao fim de um tempinho à procura pelas opções encontro uma onde vejo
que o Opera tem excelente funcionalidade de ser possível por várias directorias
onde estão os plugins. Foi só meter a directoria de plugins do Iceweasel
voilá!

Já tenho flash no Opera 😉

Agora vou explorar os widgets disto.

WordPress 2.2.2 em Português de Portugal

Agosto 11, 2007

WordPress-PT

Pois é, já está disponível a tradução completa do WordPress para a língua de Camões e tudo graças à equipa do WordPress-PT.com. Estou muito orgulhoso de pertencer a um projecto que, em apenas 10 dias, conseguiu completar a tradução do WordPress (a antiga era para a versão 2.2.1 da Teia Digital). Tendo bastantes colaboradores de papo para o ar (ou seja, de férias) logo, estando ausentes, é um feito incrível, em 10 dias. Nestes 10 dias fizemos os seguintes feitos:

  • Oficializámos a equipa junto dos responsáveis do WordPress.
  • Criar um blog com um tema à medida, criado pelo José Fontainhas.
  • Criar um fórum para receber a comunidade de utilizadores portugueses do WordPress.
  • A partir da tradução da versão 2.2.1 da Teia Digital, lançar um pacote em português de Portugal do WordPress 2.2.2.

Espero que este projecto ajude todos os portugueses que usam o WordPress e espero também que dêm um saltinho ao fórum e ao blog.

Bonito e rico?

Agosto 7, 2007

Ainda agora, ao vaguear pelo meu painel de administração, os meus olhos recaíram sobre os termos procurados nos motores de busca para chegar ao meu blog dos últimos 7 dias.

Alguns dos termos que me chamaram a atenção foram “sacar filmes adsl” e digo já: eu não tenho aqui filmes para sacar.

Outro foi, “video joel ramos”: não tenho aqui filme nenhum meu.

” “Quanto” “licença do Visual studio” “: o meu conselho nestes casos é ir mesmo ao site da Microsoft.

E por fim, os melhores.

“exemplos sites bonitos” e “melhores blogs visual” que me dizem que tenho bom gosto e que o meu blog é lindo (mesmo sendo o tema default do WordPress) e ainda “quero conheser um ramo de ganha dinheiro” que me diz que eu devo ser um guru do dinheiro (e também me diz que o autor de tal proeza não deve ter tido boa nota a português).

Eia, eia… Foi prá rua!

Julho 28, 2007

É que esta não esperava… Qual foi o problema?  Afinal o que se passou?

Será que acordaram com os pés de fora? O café estava estragado? Não havia pão integral de manhã e tiveram de ingerir mais umas calorias?

Será?

Ou talvez tenha sido por Portugal ter tido tão fraca prestação pelas duas selecções de “esperanças”? Grande esperança que nos dão para o futuro…

Ah, voltando ao assunto.

Foi o Couceiro que foi para a rua. Uma atitude totalmente inesperada por parte da Federação Portuguesa de Futebol. Afinal, em que raio de sítio é que os treinadores são culpados pelos fracassos das equipas?

Afinal o que aconteceu a este treinador? Lembro-me inclusivé de o ver no mesmo artigo num jornal onde falava da “geração Zé”: joZé Mourinho, joZé Couceiro e outro Zé que estudou com eles os dois mas que não me lembro quem era.

O certo é que José Couceiro começou no Vitória de Setúbal fazendo uma excelente 1ª volta, depois foi para o Porto onde falou o título e foi para a rua, depois para o Belenenses onde desceu de divisão e, adivinhem só, foi para a rua. Por fim foi orientar as selecções de sub-20 e sub-21 e fez a desgraça que se viu: foi prá rua.

Então Zé?

Olha, fechou…

Julho 24, 2007

Nestes últimos dias tenho andado um pouco afastado do meu blog (não do computador, que esse está sempre presente, só do blog…) e após uma voltinha por variados blogs vejo dois temas que mais se falaram: Harry Potter e o encerramento hoje do Btuga.

Ora, do Harry Potter não vou falar porque não sei se o rapazolas morreu no último livro ou não e por isso, mais vale prevenir que remediar, não quero falar dos mortos.

Ora, em relação ao Btuga… Vou ser sincero: ler a notícia provocou-me um sorriso. Afinal nunca gostei do modo como o Martini-Man (Luís Ferreira) dirigia a comunidade, mas isso era lá com ele.

Agora ler a justificação que ele deu, a mesma do costume, já provoca nervos. “Não passam ficheiros ilegais pelo servidor do Btuga”. Já comparei num comentário noutro blog (do Planet Geek, mas não me lembro já qual foi):

Um traficante de armas, imagine-se, paga uns barcos para transportar armas digamos, de Lisboa para o Porto. Não é também culpado? No fundo era isto que o Btuga era… Um barco para transportar ficheiros ilegais. Estas desculpas é que me fazem rir no meio disto tudo…

Em relação ao fórum ter fechado e não ter nada que fechar pois não fazia mal a ninguém… Ora… Se o tracker era o barco, o fórum era o cais! Então, os anúncios de torrents, os links para downloads (lembro-me de ver uns inclusivamente ‘h**p’, sim, porque isto não é um link…)… O convívio? O convívio dos que lá andavam era maioritariamente o ‘sacar filmes e jogos’. A minha sugestão? Juntem-se a outros forums que não tenham problemas desses que assim já não vão ter que ir a Fátima mais vez nenhuma para acender uma vela em nome de fórum algum…

Referindo-me directamente ao Martini-Man: sinceramente, não espero uma pena de prisão. Não vou dormir melhor se tu dormires numa cadeia. Não. Mas uma multa pesadinha para aprenderes a não brincar com o fogo já era bom…

Podes pagá-la com o dinheiro do Premium…